miércoles, 26 de marzo de 2008

Mais um Severino


Mais um Severino
Cargado originalmente por Lucypassos
Alusão ao poema de João Cabral de Melo Neto, "Morte e Vida Severina".

transcrevo uns versos:

"Somos muitos Severinos
iguais em tudo na vida:
na mesma cabeça grande
que a custo é que se equilibra,
no mesmo ventre crescido
sobre as mesmas pernas finas
e iguais também porque o sangue,
que usamos tem pouca tinta. "

Feira de Casa Amarela, Recife, Nordeste do Brasil